COMBATENDO A AFROTEOFOBIA: ARGUMENTOS JURÍDICOS E TEOLÓGICOS PARA A DEFESA DA SACRALIZAÇÃO DE ANIMAIS EM RITOS DE MATRIZ AFRICANA

Este artigo se propõe a apresentar argumentos tanto jurídicos quanto teológico-religiosos que sirvam para a defesa das práticas imolatórias de matriz africana contribuindo, assim, para que a luta de resistência travada por essas comunidades, diante destas ações persecutórias e inconstitucionais, seja mais justa.



Leia mais aqui.



Para citar este artigo use a seguinte referência:
SILVEIRA, Hendrix. Combatendo a afroteofobia: argumentos jurídicos e teológicos para a defesa da sacralização de animais em ritos de matriz africana. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DA ABHR, 2., 2016, Florianópolis. Anais... . Florianópolis: ABHR, 2016. p. 1-13. Disponível em: . Acesso em: dd mmm. aaaa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUEM É KAMUKÁ?

Quindim: doce africano ou português?

O QUE É “BALANÇA”?