terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Caridade x Assistencialismo x EconomiaComunitária

Li um pequeno texto num blog que tentava discutir a diferença entre caridade e assistencialismo. Contudo o argumento do texto é muito senso comum.

Caridade e Assistencialismo são exatamente a mesma coisa. A diferença está em quem o promove. A caridade é sempre promovida por indivíduos, enquanto que o assistencialismo é promovido por instituições e órgãos públicos ou privados, inclusive instituições religiosas.

A palavra "caridade" vem do latim "cáritas" que significa "favor" ou "ajuda". Tanto a caridade quanto o assistencialismo não contribuem para a promoção de igualdade social, pelo contrário, mantém as desigualdades. De fato as desigualdades são até necessárias. É necessário ter pobres para que se faça a caridade e se promova o assistencialismo. Estas ações não alteram o status quo. Geralmente as pessoas e entidades que promovem a caridade e o assistencialismo doam apenas o excedente de seus lucros justamente para pacificar as massas empobrecidas.

Os projetos de inclusão social como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Ciência Sem Fronteiras e Fome Zero não são assistencialismo justamente porque alteraram o status quo. São políticas públicas que fizeram com que mais de 50 milhões de brasileiros saíssem da pobreza e mais de 100 milhões entrassem para a classe média. O assistencialismo jamais promoveria tal alteração.

O que realmente é um contraponto à caridade e ao assistencialismo é a economia comunitária, onde se estabelecem direitos iguais no acesso aos bens de consumo e aos serviços de saúde, segurança e educação.

* Texto originalmente publicado no Facebook em 28 de dezembro de 2015.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...